A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
Frontal

 

“O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou nesta quinta-feira (14) ao STF (Supremo Tribunal Federal) uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), desta vez pelos crimes de organização criminosa e obstrução de justiça.
832

Além de Temer, também são acusados de organização criminosa os ex-deputados Eduardo Cunha, Rodrigo Rocha Loures e Henrique Alves, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os atuais ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, todos do PMDB. Eles teriam recebido R$ 587 milhões em propinas.” (Felipe Amorim, Gustavo Maia, Luciana Amaral e Paula Almeida Do UOL, em Brasília e em São Paulo).

 

 

828
“Palácio do Planalto informou que os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não serão afastados. Padilha e Moreira foram denunciados por organização criminosa, assim como o presidente Michel Temer e outros peemedebistas, entre os quais os ex-ministros Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o ex-assessor de Temer Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

 

829

Em fevereiro deste ano, em meio à crise que atingia a classe política com as delações da Odebrecht, Temer convocou a imprensa para um pronunciamento no Palácio do Planalto no qual havia dito que ministros denunciados seriam afastados e os que se tornassem réus, demitidos.” (Roniara Castilhos e Guilherme Mazui, TV Globo e G1, Brasília).

 

 

830
A defesa de Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) alegou risco de “estupro” na Penitenciária da Papuda, local em que o ex-ministro está recolhido desde a semana passada, em Brasília, e pediu que ele volte para o regime de prisão domiciliar em seu apartamento em Salvador. O requerimento foi negado pela juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, que ressaltou o fato de os advogados do peemedebista terem usado informações “inverídicas” e “especulativas” na petição.” (UOL – Estadão).

 

 

831
“A edição da revista Veja neste fim de semana diz que Antonio Palocci, que negocia sua delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato, admitiu ter entregue propina a Lula em dinheiro vivo. De acordo com o relato da revista, o ex-ministro da Fazenda afirmou que ele próprio era encarregado de fazer pequenas entregas de propina pessoalmente ao ex-presidente. Palocci teria narrado pelo menos cinco episódios em que entregou dinheiro diretamente a Lula, em pacotes de R$ 30 mil, R$ 40 mil e R$ 50 mil, para que o ex-presidente pagasse despesas pessoais.” (O Antagonista).

 

 
833
O ministro levou em conta outra ordem de prisão, decretada contra Joesley nesta semana, com base na suspeita de que ele e seu irmão Wesley Batista, também preso, lucraram com negociação de ações antes de assinar a delação premiada.” (Renan Ramalho – G1, Brasília).

834

PARA COMPARTILHAR NO FACEBOOK, CLIQUE NO PRIMEIRO QUADRO:

0 comments

Deixe uma resposta