A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
FRONTAL

 

“A condenação do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da operação Lava Jato, como seria de se esperar, foi destaque nos principais jornais e emissoras de TV do mundo, assim como em sites e redes sociais.“ (Murillo Ferrari – Estadão).
001
“Dentro em breve, começarão a ser canceladas as numerosas condecorações outorgadas a Lula da Silva por nações estrangeiras, assim como os títulos de doutor honoris causa atribuídos por universidades nacionais e estrangeiras. Lula jogou na lata do lixo a biografia de primeiro líder operário a chegar ao poder em um país importante. O caso anterior, de Lech Walesa na Polônia, não conta, porque ele era um operário que recebera sólida instrução e teve firme apoio dos Estados Unidos, de outros países ocidentais e do Papa João Paulo Segundo, enquanto Lula jamais leu um livro em sua vida e só teve apoio do regime militar, que terminou em 1985 e ele chegou ao poder 18 anos depois, por méritos próprios. (C.N.).“

 

002
“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, afirmou nesta quinta-feira, 13, que ainda “está no jogo” e reivindicou ao seu partido o posto de candidato à Presidência da República em 2018. “Se pensam que com essa sentença me tiraram do jogo, eu estou no jogo”, disse o petista em coletiva de imprensa.“ (Gabriel Justo – MSN / ESTADAO).

 

493
“Luiz Inácio Lula da Silva, condenado no dia anterior pelo juiz Sérgio Moro a nove ano e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, discursou nesta quinta no Diretório Nacional do PT, em São Paulo. E coube, então, à ré Gleisi Hoffmann a frase de lapidar estupidez. Segundo a preclara, quem tentar impedir Lula de ser candidato “vai responder pela instabilidade política no país”. Eu estou enganado, ou há aí um tom de ameaça? E ela foi adiante: “Não vamos admitir uma eleição sem Lula”. (Reinaldo Azevedo).

 

494
“Integrantes da cúpula do PT, já temendo uma condenação em segunda instância do ex-presidente Lula, admitiram que o partido não tem outro candidato para 2018 e que o partido precisa discutir outros quadros para a eleição presidencial do ano que vem. Mas, para evitar dar discurso para a oposição neste momento e desmotivar a base do partido, a ordem dos dirigentes petistas é não falar publicamente em “plano B” para 2018.“ (Andréia Sadi – G1 Brasília).

 

499
“Enquanto Lula, condenado, excitava sua militância em overdose de si mesmo, pus-me a pensar sobre os caminhos que o levaram do torno da Villares ao trono da República e, daí, ao escorregador moral cujo mais provável término parece ser a porta da penitenciária. Creio que essa trajetória encontra importante pista na resposta à seguinte pergunta: qual o bem de maior valor concedido por qualquer vendedor no balcão da corrupção política? Não, não é o que ele materialmente entrega. Não é o contrato, a Medida Provisória, o financiamento privilegiado. O mais valioso é aquilo a que ele renuncia em si para fazer essa entrega. Todo ser humano sabe que sua liberdade deve estar orientada para o bem, para a verdade, para a conduta digna. Desde algum lugar, a consciência emite conhecidos sinais de recusa à mentira, ao vício, ao ato ilícito. A corrupção, portanto, envolve a venda disso, a venda da consciência em troca de algo. Nessa mercancia, o corrupto vai alienando sua integridade, sua dignidade, seu amor próprio. Nunca é um ato singular, a corrupção. Na política, a pluralidade de atos dessa natureza constrói e consolida muitas carreiras. Mais adiante, nas últimas cenas dessas tragédias humanas, possivelmente vão-se os amigos, a família e a própria liberdade.“ (Percival Puggina).

 

 

003
“Enquanto intensifica as articulações para barrar na Câmara a denúncia por corrupção, o presidente Michel Temer disse que será “obediente” ao que os deputados decidirem, respeitando “qualquer que seja o resultado da votação”. Temer afirmou, contudo, que não vai “tolerar que paralisem o País” e que “o importante é que, enquanto alguns protestam, a caravana passe”. (POLÍTICA – ESTADÃO).

 

495
“Entre janeiro e maio deste ano, o governo de Michel Temer liberou cerca de R$ 102 milhões de emendas parlamentares. Em junho, quando a denúncia contra ele por corrupção passiva chegou à Câmara, o valor liberado foi de R$ 2,02 bilhões, segundo levantamento da ONG Contas Abertas…“ (O Antagonista).

 

 

004

 

 

005

 

 

006
“Um dia após autorizar o ex-ministro Geddel Vieira Lima a deixar o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, para cumprir prisão domiciliar monitorada pelo uso de tornozeleira eletrônica, o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), determinou que o político baiano seja solto, mesmo sem o equipamento.“ (Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil).

 

492
“O Estadão informa que Eike Batista já produziu oito anexos de sua delação premiada. “Neste momento, os principais nomes citados na colaboração de Eike são o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega”. (O Antagonista).

 

500
“A Época informa que estão em estágio avançado duas denúncias que prometem abalar Brasília no segundo semestre: uma contra o ex-presidente do Senado Renan Calheiros e outra contra o atual, Eunício Oliveira, ambos do PMDB. “Após muito investigar, a Procuradoria-Geral da República reuniu elementos para acusar Eunício de receber propina da Hypermarcas, em troca de ajuda à empresa numa Medida Provisória.” O Brasil vai bem de presidentes.“ (O Antagonista).

 

497

 

498
“Ficou para agosto a votação da denúncia contra Michel Temer no plenário da Câmara. O governo entrou numa temporada de vale-tudo. O presidente apertou o botão de dane-se. Para se livrar de uma ação penal por corrupção, Temer negocia a entrega de mais cofres públicos aos partidos que o socorrem. Privilegia legendas como o PP, campeão no ranking de encrencados do petrolão. Ou o PR, feudo cartorial do mensaleiro Valdemar Costa Neto.“ (Josias de Souza).

PARA COMPARTILHAR NO FACEBOOK, CLIQUE NO PRIMEIRO QUADRO.

0 comments

Deixe uma resposta