A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
Padrao Frontal

 

739

“Um grupo de petistas resolveu fazer uma homenagem de Natal ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e acabou virando piada nas redes sociais. No vídeo, os esquerdistas cantam um jingle natalino para o presidiário do PT. “Lula lá, Lula lá, Lula livre já”, entoam. Em clima de “We Are The World”, a militância faz o sinal de “Lula Livre” durante a paródia.

737

A contradição do “ato natalino” em homenagem ao corrupto lavador de dinheiro, vai além da incompatibilidade da ideologia comunista e o cristianismo. Em 2011, durante um discurso na Bahia, Lula atacou diretamente a fé cristã.

742

“Bobagem, essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra. Para nós inventaram um slogan que tudo tá no futuro. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu . O rico já está no céu, aqui. Porque um cara que levanta de manhã todo o dia, come do bom e do melhor, viaja para onde quer, janta do bom e do melhor, passeia, esse já está no céu. Agora o coitado que levanta de manhã, de sol a sol, no cabo de uma enxada, não tem uma maquininha para trabalhar, tem que cavar cada covinha, colocar lá e pisar com pé, depois não tem água para irrigar, quando ele colhe não tem preço. Esse vai pro inferno”, disse.”

730

Será que os petistas sabem que estão passando – muita – vergonha?” (Publicado por Direita Minas).

747

.

.

 

714

.

.

715

.

.

734

.

.

725

.

.

722

.

.

717

.

.

732

.

.

748

.

.

749

.

.

728

.

.

738

.

.

724

.

.

731

.

.

735

.

.

721

.

.

719

.

.

727

.

.

743

.

.

720

.

.

726

.

.

723

.

.

736

.

.

740

.

.

741

.

.

716

.

.

718

.

.

729

.

.

733

.

.

750.

.

.

744

.

.

745

.

.

001 copy

Para compartilhar no face book, clique no primeiro quadro:

0 comments

Deixe uma resposta