A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
001

 

“Na abertura da Rio 2016, políticos foram colocados em seu devido lugar. Uns até queimaram simbolicamente no purificador fogo olímpico. Outros preferiram a providencial distância do evento assistido por 4 bilhões de pessoas em todo o planeta.
513
Embora convidados para a festa, não compareceram ao Maracanã a afastada Dilma Rousseff, e os ex-presidentes Lula, José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Sobrou para o Presidento interino, Michel Temer, que tomou sua vaia programada.” (Jorge Serrão – Alerta Total).

 

514
“O peemedebista tem até 19 de agosto para quitar a multa. Por lei, uma pessoa física não pode doar mais do que 10% dos rendimentos declarados no Imposto de Renda. Em 2014, Temer desembolsou R$ 100 mil para ajudar os deputados federais pelo Rio Grande do Sul, Alceu Moreira e Darcísio Perondi, que foram reeleitos. De acordo com a Receita Federal, o presidente interino poderia ter doado até R$ 84 mil. Como o valor foi superior, Temer caiu na Lei da Ficha Limpa e tornou-se inelegível por oito anos a partir da data da condenação.” (MSN – Noticias ao Minuto).

 

515
“O presidente do PT, Rui Falcão, telefonou na última sexta-feira para o ex-ministro da Secretaria do Governo Ricardo Berzonini, 24 horas após ter classificado como “inviável” a proposta de um plebiscito sobre a antecipação das eleições (tal como defende a presidente afastada Dilma Rousseff). A tensão entre Dilma e a cúpula do PT aumentou nos últimos dias. Na terça-feira, ela disse que o partido precisa admitir erros, do ponto de vista ético, e passar por “uma grande transformação”. Antes, havia apontado o dedo para o PT ao afirmar que nunca autorizou caixa 2 em sua campanha. Após a delação do marqueteiro João Santana, Dilma destacou que a responsabilidade sobre os pagamentos para ele era da “tesouraria do partido”.( Marina Rappa – Veja.com).

 

516

“O PT corre o risco de sumir. O presidente do TSE, Gilmar Mendes, abriu um processo que pede a cassação do registro da sigla. A razão? As revelações feitas pela Lava-Jato sobre o uso de recursos públicos nas campanhas do partido. Se ficar comprovada a utilização desse dinheiro, a legenda ficará proibida de disputar eleições.” (Severino Motta – Radar On-line).

 

517

 

518

0 comments

Deixe uma resposta