A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
Padrão 867

891

Carlos Alberto Sardenberg desmascarou o embuste da ONU, em que dois coleguinhas do advogado australiano de Lula apresentaram um relatório fake recomendando a candidatura fake do presidiário. “Fake News não são apenas mentiras deslavadas. Quer dizer, muitas são, mas facilmente desmentidas. As que produzem efeitos fortes são as fake mais elaboradas, com base em algumas verdades e muitas distorções (…).

897

O comunicado é do Comitê de Direitos Humanos, um órgão formado por 18 ‘especialistas’ independentes – acadêmicos em geral – e que não tem nenhum poder decisório ou mandatório (…).

Esse comunicado não foi divulgado oficialmente, mas saiu em matéria da BBC, na última sexta-feira. Um vazamento.

Depois, saiu uma nota do Escritório de Direitos Humanos, no site oficial da ONU, com o título ‘Information note’ sobre o Comitê de Direitos Humanos. Ali se explica que não se deve confundir o Comitê com o Conselho de Direitos Humanos – este um órgão de alto nível, formado por representantes (diplomatas) de 47 países e que se reporta à Assembleia Geral da Nações Unidas, o órgão máximo da entidade. E este Conselho não decidiu absolutamente nada sobre esse caso.

894

Vai daí que são fake todas as notícias do tipo: ONU manda, determina, exige que Lula participe da eleição; Conselho da ONU decide a favor de Lula, (forçando uma confusão do Comitê com o Conselho, por ignorância ou má fé); decisão do Comitê é obrigatória (…).

A função do Comitê é supervisionar o cumprimento dos direitos humanos previstos nos diversos tratados patrocinados pela ONU.

E em nenhum desses tratados está escrito que cumprir pena depois da segunda instância é uma violação de direitos humanos. Reparem: nenhum tratado internacional condena a execução da pena em segunda instância. Nem em primeira instância – como ocorre em grande parte dos países, assunto que nunca mereceu a atenção do Comitê de Direitos Humanos da ONU.” (O Antagonista).

890

.

.

892

.

.

889

.

.

893

.

.

895

.

.

896

Depois de ter meu penúltimo livro CENSURADO e APREENDIDO, fui AMEAÇADO DE MORTE e OBRIGADO a AUSENTAR-ME da CIDADE DE MANAUS por tempo indeterminado.

01

SEM FINS LUCRATIVOS, publiquei um novo livro nos Estados Unidos da América, país que respeita as liberdades democráticas e o direito de expressão.

36

Para receber inteiramente GRÁTIS um exemplar em PDF, deste documento AUTOBIOGRÁFICO, DIDÁTICO, DOCUMENTAL, ESCLARECEDOR e HISTÓRICO, envie em e-mail para camdeab@gmail.com  dizendo: QUERO O LIVRO.

 

Paduam e asseclas 1

Para compartilhar esta matéria no face book, clique no primeiro quadro:

0 comments

Deixe uma resposta