A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
001

 

“Vem chumbo grosso esta semana. Eduardo Cunha não escapa. Perderá não apenas a presidência da Câmara, mas o mandato. Bem como suas economias, aliás, vastas, exceção daquelas que já voaram. Além de sua liberdade.

197

Só isso? Parece que não, pois dois senadores estão na marca do pênalti. O Supremo Tribunal Federal continuará acionando suas baterias, com o dedo do relator Teori Zavaski no gatilho. Ministros? Pelo menos um, o quarto, por mais bem educado que seja. O Judiciário tem seu ritmo próprio, mas nem por isso arrefece, a começar pela Primeira Instancia do Paraná. A Polícia Federal, a Procuradoria da República e a Receita Federal não esmoreceram. Em suma, o batalhão dos justiceiros permanece na disposição de não recuar, como desejariam Executivo e Legislativo. Quem viver, verá. Quem temer, também…” (Carlos Chagas).

 

198
“O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), retirou nesta segunda-feira, 20, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a consulta que poderia ajudar o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a reverter em plenário seu pedido de cassação aprovado pelo Conselho de Ética na semana passada.” (Igor Gadelha – MSN – Estadão).

 

199
“O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), diz que não pretende anunciar a sua renúncia do comando da Casa em entrevista prevista para ser realizada nesta terça-feira (21). Em conversa com o jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda (20) na véspera do pronunciamento, Cunha considerou como “falta de assunto” as especulações sobre deixar a presidência da Câmara. “Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia”, afirmou o peemedebista.” (UOL com Estadão).

 

200
“O deputado do PSB é acusado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado de ter pedido propina no esquema do petrolão. Ao se despedir de Heráclito, Collor voltou a ofender o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com o mesmo palavrão que já havia disparado da tribuna do Senado e afirmou que gostaria sair em defesa do parlamentar. “Deixe-me fazer sua defesa, você tem minha absoluta solidariedade, toda solidariedade, contra esse filho da… Falo isso aqui porque já falei no Senado”, justificou.” (Felipe Frazão – Veja.com).

 

201

“Entre “as histórias que comprometem Dilma Rousseff na delação de Pedro Corrêa“, a mais interessante em tempos de comissão do impeachment é a que indica seu vínculo com a líder da Bancada da Chupeta, que, talvez por gratidão, não mede esforços para defender a mulher sapiens do PT.” (Felipe Moura Brasil).

 

202

“Os atos contra o impeachment, com a presença da presidenta Dilma Rousseff, reacenderam as esperanças da militância, mobilizada contra o golpe. Com ampla participação de jovens, mulheres, intelectuais, as jornadas em defesa da democracia mudaram o clima no país e, no Nordeste, bem mais de metade da população repele o impeachment e rejeita o presidente usurpador numa porcentagem superior a dois terços”. (Rui Falcão, presidente do PT, no artigo publicado no site da sigla, avisando que, na pior das hipóteses, Dilma Rousseff vai restaurar a Monarquia num pedaço do Nordeste e sentar-se no trono com o codinome Maria II, sucessora de Maria I, a Rainha Louca)” (Augusto Nunes – Direto ao Ponto).

 

203

0 comments

Deixe uma resposta