A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
001

 

“Com a derrota no Conselho de Ética, que aprovou relatório favorável à sua cassação, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aposta em novos recursos e mais manobras para anular os trabalhos do colegiado e abrir caminho para a aplicação de uma pena mais branda.

161

Tudo para segurar o mandato, o que evita que o peemedebista, réu na Operação Lava Jato, perca o foro privilegiado e caia nas mãos do juiz federal Sergio Moro.” (Veja.com).

 

162

“A presidente afastada, Dilma Rousseff, manifestou apoio à realização de novas eleições no país desde que seja reconduzida ao cargo. “Se tiver de ter novas eleições, eu serei a favor. Só tem uma coisa. Eu acredito que não haverá democracia se o meu mandato não for restabelecido.” (Do UOL, em São Paulo).

 

163

José Carlos Bumlai, réu na Lava-Jato sob a acusação de ter intermediado um empréstimo junto ao Banco Schahin de R$12 mi para o PT, fez um pedido ao juiz Moro em depoimento prestado no último dia 30. “Diagnosticado com câncer na bexiga, Bumlai agradeceu ao juiz por sua “humanidade” ao ter permitido que o réu tratasse a doença em São Paulo e disse que Moro vai estar sempre em suas orações “sem pedir absolutamente nada em troca de nada”. Mas, por fim, fez um pedido: “Que o senhor seja misericordioso nesse julgamento meu porque eu tenho muita coisa a frente para enfrentar”, em referência a sua doença. “Aham”, foi a pronta resposta de Moro.” (Pedro de Carvalho – Radar On-line).

 

164
“Em delação premiada negociada com a Justiça, o ex-dirigente da Transpetro Sérgio Machado afirmou que repassou propina disfarçada em doações eleitorais declaradas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para ao menos 20 políticos, entre eles o “menino”, termo que, segundo os investigadores, foi utilizado para se referir a Gabriel Chalita (PDT), então candidato à prefeitura de São Paulo pelo PMDB em 2012.“. (Laryssa Borges, de Brasília – Veja.com).

 

165

“O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado disse aos investigadores da Operação Lava Jato, em acordo de delação premiada, que fazia reuniões frequentes com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para tratar de propina. Segundo Machado, desvios em contratos da Transpetro renderam ao todo R$ 32 milhões em propina ao peemedebista. Os detalhes sobre os repasses, explicou, eram combinados com o próprio Renan, em reuniões mensais ou bimestrais.“ (Camila Bomfim e Gustavo Garcia, TV Globo e G1 – Blog do Noblat).

 

166
“O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado disse em delação premiada que o ex-senador José Sarney (PMDB-AP) recebeu propina de contratos da Transpetro durante nove anos, no valor total de R$ 18,5 milhões. Desse montante, R$ 16 milhões foram recebidos em espécie. O dinheiro está inserido na propina total repassada pela Transpetro ao PMDB, que somou mais de R$ 100 milhões ao longo dos anos.“ (Carolina Brígido – O Globo).

 

167
“Alvo de mais uma delação, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), subiu à tribuna do plenário nesta quarta-feira para fazer uma ameaça velada ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que já encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de prisão do peemedebista. Calheiros fez questão de ressaltar que a Casa já recebeu nove pedidos de impedimento de Janot e, em seguida, falou que excessos podem ser CORRIGIDOS”. (Veja.com).

168

0 comments

Deixe uma resposta