A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
Frontal

 

“A via expressa por onde passará essa abominável classe política para alcançar as próximas eleições se encontra pavimentada. Tudo está caminhando como querem e tramam os poderosos, bem assim os apaniguados da República e as sanguessugas da riqueza nacional.

092

Eleições? Que eleições serão aquelas? Não serão as que almejam os verdadeiros democratas, porque a democracia não ocorre quando o voto tem o propósito de depravá-la, iludindo a vontade soberana do povo; quando o voto tem o condão de desvirtuá-la por conta do engodo e da fraude; quando o voto tem por premissa degradá-la em razão de uma ilegítima representatividade.

 

090

Sendo desse jeito é melhor que as eleições não aconteçam porque se forem realizadas delas não decorrerá nem a ordem nem o progresso, sem falar que tal farsa beneficiará os farsantes com mais de 2,5 bilhões de reais, arrancados do bolso de todos nós.

 

091

Não agridam nossa inteligência brandindo, em tempos atuais, os deboches a cerca da manutenção do “estado democrático de direito” ou o da “criminalização da política”. Para se alcançar o estado democrático há que se dar ao povo primeiramente o direito efetivo ao exercício do poder (parágrafo único do art. 1º da Constituição Federal) e quanto à política dos criminosos não carece esta de adjetivação, mas sim de severa e urgente punição. Realizemos.

 

093

 

 

 

094

O Supremo Tribunal Federal abdicou do Brasil e entregou ao Legislativo o poder-dever de punir a banda podre da política. O Congresso esbofeteou a honra da sociedade brasileira proclamando, por ocasião dos casos Temer e Aécio, que de forma alguma punirá qualquer patife e que em breve mercê de novas leis soltará todos os que estão presos, com a “colaboração festejada” dos “Mandarins Solta Bandidos” da Alta Corte.

 

095

 

 

096

As instituições públicas comprometidas com suas regalias ou benesses e já desmoralizadas a um ponto como nunca se viu, em meio a todo caos, só clamam por aumento de salários ou de vantagens e, finalmente, as chamadas entidades civis, sem exceções subjugadas à esquerda fundamentalista, nem ficam com a cara vermelha de vergonha. As Forças Armadas, nossa derradeira esperança, amargam um incompreensível silêncio e uma surpreendente leniência. O povo e as classes mais esclarecidas que antes foram para as ruas e as praças, covardemente capitulam. Pobre Brasil!

 

097

 

 

098

A Nação Brasileira foi confrontada e vilipendiada pelo maior roubo da coisa pública da história contemporânea do qual decorreu nosso atual estágio de falência social, econômica e moral dos dias de agora e, o que é mais inusitado, somente tomou conhecimento daqueles fatos porque vieram à tona em face de um mero acidente de percurso, qual seja, a briga entre dois membros de uma mesma quadrilha: os políticos Roberto Jefferson e José Dirceu.

 

100

Se aquela disputa entre gângsters não tivesse chegado a público por obra do acaso e dela decorrido uma ação penal no Supremo, que ficou conhecida como “O Mensalão do PT” e se, porventura um grupo de paladinos da Justiça não houvesse desencadeado e dado curso, sem temor e trégua, à chamada “Operação Lava Jato”, o País estaria até hoje inteiramente à mercê de Lula, Dilma e suas camarilhas.

 

101

Para nos livrarmos dessa gente abominável, estamos pagando um alto preço, permanecendo sob o governo de uma facção da tal quadrilha cujos lideres anteriores foram execrados, isto é, nas mãos de Temer e de seus asseclas.

 

103

Isto é muito grave naturalmente, porém o mais desalentador é que a exemplo do que ocorreu na sucessão dos “petralhas” é certo que não será facultado ao povo escolher alguém ou uma equipe de governo diferente dessa gente que tomou o Brasil de assalto nos últimos 30 anos, simplesmente porque juntamente com todo este descalabro foram de roldão as instituições dos três poderes da República, que poderiam por cobro aos vendilhões da Pátria.

 

104

Tenhamos coragem e independência para dizer: em que pese as ações, os procedimentos e as medidas que possam ser adotadas pela equipe da “Lava Jato”, o Judiciário em si, cativo de suas corporações, não julgará e prenderá todos os culpados por nossa desgraça atual a tempo que impeça a eleição daqueles em 2018.

 

105

O Legislativo já deixou claro que é capaz dos atos mais abjetos para pôr a salvo qualquer dos seus membros. O Executivo será liderado e composto por pessoas aliadas ou dependentes daquela nefasta classe política. Percebam como Brasília conspira contra o Brasil e como sua gente se protege da mais tênue ou remota cobrança.

 

107

Vamos aos fatos. Tudo continua como dantes. Dos 40 malfeitores denunciados na “Ação do Mensalão”, 37 foram julgados e o STF condenou apenas 25, destes somente um único ainda cumpre pena em regime fechado – o publicitário Marcos Valério – que foi recentemente transferido para uma prisão em Minas Gerais que mais se parece com uma “colônia de férias”. O resto está por aí fazendo política e vivendo luxuosamente.

 

108

Em relação aos envolvidos na Operação Lava Jato, cujos inquéritos e ações penais estão sob a jurisdição da Suprema Corte, não há a menor chance de os julgamentos deles impedirem suas candidaturas em 2018. Todos eles suspiram pela mesma sorte do ex-presidente Collor, qual seja, depois de 20 anos de tramitação dos respectivos processos, esperam ser absolvidos porque seus crimes prescreveram. A par de tudo isso, outros aspectos e circunstâncias ainda chamam a atenção de qualquer cidadão de bem.

 

109

 

115

A rigor, o condenado Lula não tem mais, juridicamente, a menor chance de ser absolvido, a menos que a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre-RS, crave uma estaca de afronta e desprezo no coração e na esperança deste povo sofredor. Fora isto, será “ficha suja” em breve e não poderá ser candidato a presidente em 2018. No curso da ação penal que respondeu em Curitiba, seus nove anos e meio de reclusão foram ratificados pelos aplausos da grande maioria do povo brasileiro e do mundo inteiro, que hoje o considera o presidente mais corrupto da historia ocidental. Entretanto, percebam como ainda aqui se conspira contra esta realidade.

 

110

Registrem como a grande imprensa traz, dia sim dia não, os artigos encomendados de conhecidos arautos da esquerda delinquente falando cinicamente de uma possibilidade de o “Ogro de Garanhuns” registrar sua candidatura à Presidência e de se eleger. Percebam como o petulante larápio debocha da sociedade e faz campanha política a destempo, por todo País, sem que a Justiça Eleitoral tome qualquer providência. Notem como os órgãos de fiscalização e controle do executivo e do judiciário fecham os olhos para esse derrame de dinheiro sujo que financia a caravana eleitoreira do petista sem verniz. Prestem atenção nas razões que se encontram por de trás das sondagens encomendadas aos execráveis institutos de pesquisa de opinião pública, quando alardeiam que o nefando condenado do PT é o mais cotado para presidente em 2018 e escamoteiam, desabridamente, seu inédito e vergonhoso índice de rejeição, hoje da ordem de 55,8%, como publicado por uma entidade independente, sediada no Sul do Brasil.

 

113

Tem gente inocente ou se fazendo de idiota argumentando que se o Petista e as esquerdas roubaram a direita também o fez no passado ou pregando que o melhor seria para o Brasil se Lula se candidatasse e fosse derrotado nas urnas. Trocando em miúdos se propõe: “faça negócio como o facínora e aí, depois disto, senta e reza esperando que ele não o esfaqueie pelas costas”. Algo em torno disso nos lembra de FHC e de seus emplumados sabichões – também enrolados na “Lava Jato” – que, subestimando o verdadeiro “Chefão do Mensalão”, impediram, em 2005, seu impeachmentpor conta dos fatos apurados na respectiva Ação Penal 470, do STF. Deu no que deu.

 

112

Aonde se quer chegar com tanta desfaçatez? Falo alto como um dia gritou Castro Alves, o poeta da abolição: “Senhor Deus dos Desgraçados! Dizei-me vós, Senhor Deus!” que trama macabra é esta embuçada em traiçoeiras armadilhas com as quais se pretende manter o Brasil prisioneiro do atraso, do caos e do crime, com as tais eleições de 2018. Será isso mesmo que o povo quer? Não posso aceitar tanta omissão, tanta covardia. Porém, se for isto, aí então que o mal vença e abandone-se esta “Terra de Santa Cruz” à sanha daquela corja imunda.” (Texto do advogado Jose Mauricio de Barcellos ex Consultor Jurídico da CPRM-MME).

 

111
Este Blog não tem patrocinadores. Se puder contribuir para mantê-lo, faça um depósito de qualquer valor no BANCO ITAÚ – AG. 8271 – C/C 09934-6 – José H. Campos de Abreu – CPF019.898.985-72. Sua contribuição poderá viabilizar a publicação do meu próximo livro “O PEQUENO ARQUITETO DA MAÇONARIA AMAZONENSE”.
PARA COMPARTILHAR NO FACEBOOK, CLIQUE NO PRIMEIRO QUADRO:

0 comments

Deixe uma resposta