A notícia mais importante do dia, ilustrada para fazer "Cócegas no Raciocínio" e fomentar a indignação dos que são contra o PACOEPA - Pacto Corruptônico que Envergonha o País.
001

 

“A Lava Jato acredita ter provas para condenar Lula a pelo menos 15 anos de prisão. Segundo a Época, os procuradores já estão prontos para denunciá-lo pelos seguintes fatos:

156
1) corrupção passiva por favores de empreiteiras e de José Carlos Bumlai e lavagem de dinheiro no sítio em Atibaia; 2) corrupção passiva e lavagem de dinheiro no aluguel de containers pela OAS para a mudança de Lula; 3) corrupção passiva e lavagem de dinheiro na reserva do tríplex da OAS no Guarujá.” (O Antagonista).

157
“O processo segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde há prazo de cinco dias para recursos. Se não houver impedimentos, o texto segue para o plenário, onde precisa de 257 votos, em votação aberta, para dar fim definitivo ao mandato do peemedebista.” (Marcella Fernandes – MSN Noticias).

 

158

“A decisão, em caráter liminar, também quebra o sigilo fiscal de Eduardo Cunha desde o ano de 2007, além de bloquear bens de empresas ligadas aos cinco alvos da ação. Entre as empresas que tiveram seus bens bloqueados estão a C3 Produções Artísticas e Jornalística Ltda e C3 Atividades de Internet Ltda, ligadas a CláudiaCordeiro.” (Leandro Prazeres do UOL, em Brasília).

 

159
“O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de prisão feito pela Procuradoria-Geral da República para o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), para o senador Romero Jucá (RR) e para o ex-presidente da República José Sarney. De acordo a decisão de Teori, os diálogos, apesar de nada republicanos, não caracterizam tentativa de obstrução das investigações da Lava Jato.” (Diario do Poder).

 

160
“O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou abertura de inquérito para investigar se senadores da cúpula do PMDB receberam propina da construção da Usina de Belo Monte. São alvos o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o ex-ministro do Planejamento, senador Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA)”. (Diario do Poder).

0 comments

Deixe uma resposta